Ultimas

ÚLTIMOS POSTS

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Inversão de Acordes

"...a nota que vai no baixo...”
 
Posição Fundamental = T    3ª   5ª   7ª   Tônica vai no baixo.                              
1ª inversão  =        3ª   5ª   7ª   T    3ª  vai no baixo.
2ª inversão  =        5ª   7ª   T    3ª   5ª  vai no baixo.
3ª inversão  =        7ª   T    3ª   5ª   7ª  vai no baixo.
 
Acorde com baixo alterado = é quando a nota do baixo não é a tônica(fundamental) do acorde. As inversões mais comuns são essas acima mas, na verdade, qualquer nota pode ir no baixo de um acorde(use o bom senso...). Quanto mais notas tiver um acorde, mais possibilidades de inversões ele terá. A cifra do baixo alterado é:
                                               
D/F# : é o acorde de RE Maior com a nota FA# no baixo, ou seja, a 3ª maior do acorde está no baixo(1ª inversão). Observe que a fundamental(tônica) do acorde continua sendo a nota RE, porém, com a nota mais grave(o baixo) sendo a 3ª do acorde.
 
Dicas:
·     o acorde quando está na posição fundamental tem a tônica no baixo (isso só não acontece quando for um acorde com baixo alterado).
·     se o acorde tiver muitos intervalos, não sendo possível fazer sua digitação, você tem a opção de eliminar a 5ª justa desse acorde.
·     lembre-se que a ordem dos intervalos(a altura deles)de um acorde pode ser variável; observe a nota que vai no baixo dele.
·     você poderá repetir qualquer intervalo de um acorde quantas vezes quiser - atente para o fato de que a sonoridade dele(o colorido dele) muda quando é acrescentada ou eliminada alguma nota.
·     os acordes que vimos são formados por sobreposição de terças(de terças em terças)seguindo as relações observadas na série harmônica; vale lembrar que podemos formar acordes combinando qualquer tipo de intervalos(não só de terças em terças).
·     os shapes(desenhos, digitações)de acordes são inúmeros no braço da guitarra e do violão, portanto basta combinarmos os intervalos desejados (observando sempre a nota do baixo) e digitá-los como quisermos... quando digitar um acorde cuidado para não tornar sua execução impossível!
·     se quiser você pode utilizar cordas soltas(violão ou guitarra)na montagem dos acordes(quando alguma delas fizer parte dele...); você pode obter sonoridades interessantes com isso!
no violão e na guitarra experimente várias digitações para um mesmo acorde, o resultado pode ser muito variado. Apesar de conterem os mesmos intervalos, a distribuição das notas de um acorde (repetições, supressões e alturas diferentes) resultam numa sonoridade diferente, ou seja, isso pode dar mais ou menos colorido ao acorde.

Um comentário:

  1. Tá aí um assunto que me atrapalha até hoje. Voce acha que o CAGED ajuda pra trabalhar com inversões?

    ResponderExcluir

 
Copyright © 2013 Tocar Fácil Violão e Guitarra
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates